Canal de Relatos

  • Atualizado

O principal objetivo é conscientizar os tutores e prestadores sobre o bom uso do plano de saúde pet, além da importância do engajamento na prevenção e combate às fraudes.

Fraude - Conceito & Impactos

O termo fraude, em um sentido mais amplo, é um esquema ilícito ou de má-fé criado para obter ganhos pessoais, através de meio ardiloso ou enganoso, com o intuito de contornar um contrato ou lei, prejudicando terceiros. De modo geral, pessoas que cometem fraudes, tem intenção de obter vantagens de forma injusta.

É importante frisar que a fraude é crime, e está previsto no Decreto-Lei nº 2.848, de 07 de dezembro de 1940, art. 171 - Obter para si ou para outrem vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento. Com pena de reclusão.

Os principais impactos das fraudes nos planos de saúde pet, são:

  • Aumento dos valores de reajustes dos planos, impactando diretamente o valor das mensalidades, que acabam ficando mais altas em decorrência dos valores pagos indevidamente;
  • Colocar a vida do pet (beneficiário) em risco, ao realizar procedimentos sem necessidade clínica;
  • Aumento das despesas, impactando os reajustes das mensalidades, devido aos pagamentos indevidos;
  • Exposição de terceiros a inquéritos, quando uma fraude é constatada e está em processo de investigação, as pessoas que atuaram nesse processo podem ser acionadas juridicamente.

O que é considerado fraude quando falamos de planos de saúde pet?

Informações falsas na contratação de um plano de saúde:

A omissão ou falsificação de dados pessoais e do pet (beneficiário) como, por exemplo, idade, raça, peso/porte, condições de saúde do beneficiário, dados do tutor, como exemplo, CPF, nome, idade, dados bancários, entre outros, para contratação de um plano de saúde pet ou obtenção de vantagens contratuais, exemplos, ter o plano para apenas um pet e levar outro pet no lugar, realizar um procedimento que não é coberto pelo plano contratado e lançar outro procedimento para compensar a não cobertura, entre outros, são caracterizados como fraude.

Uso de dados pessoais de terceiros:

O login e a senha de acesso ao site e aplicativo do plano de saúde pet são confidenciais, pessoais e intransferíveis. Os tutores podem ser induzidos a fornecer seus dados com promessa de ter ajuda para realização de algum procedimento ou processo junto à Petlove, porém, com esses dados, terceiros podem ter acesso a informações pessoais e utilizá-las de forma inadequada, gerando atendimentos/serviços que não foram prestados, e consequentemente, despesas assistenciais indevidas.

Empréstimo dos dados do pet (beneficiário) e/ou do(a) tutor(a):

Os dados do pet como, por exemplo, a numeração do microchip, e os dados do(a) tutor(a) são intransferíveis. Quando uma pessoa passa esses dados para um terceiro levar seu pet para atendimento no plano de saúde, ambos estão violando os contratos.

Falso estado clínico do paciente beneficiário:

A alteração do estado clínico do paciente para solicitação de procedimentos desnecessários, excessivos ou não cobertos pelos planos de saúde pet, também é considerado uma violação contratual. Exemplo, alterar os sintomas e a classificação da patologia (doença) no momento da solicitação do(s) procedimento(s).

Reembolso sem desembolso:

Existem situações onde o tutor é estimulado a levar o pet (beneficiário), para realizar um atendimento fora da rede credenciada, sob a promessa de que não precisará fazer qualquer pagamento pela consulta e/ou procedimento. No entanto, para que o cliente do plano de saúde tenha direito ao reembolso, seguindo as coberturas contratuais, é necessário que o mesmo tenha pagado por esse atendimento previamente.

Fracionamento de nota fiscal ou recibo:

Quando é realizado uma consulta e/ou um procedimento que possui um valor maior do que o coberto pelo plano de saúde, e é emitido mais de um documento fiscal para conseguir um reembolso total ou mais alto, essa ação é caracterizada violação contratual, além de potencialmente ser uma ação fraudulenta. Lembrando que a cobertura do reembolso é conforme o plano contratado.

Como evitar fraudes? 

Seja um aliado da Petlove no combate e prevenção a fraudes, para isso, é preciso apenas ficar atento a essas dicas:

  • Sempre procure profissionais credenciados;
  • Confira quais foram os procedimentos e/ou consultas lançadas para o seu pet através do nosso app;
  • Não compartilhe seu login e senha do plano de saúde;
  • Não compartilhe seus dados pessoais e de seu pet;
  • Não solicite e nem aceite fracionamento de recibo;
  • Informe ao médico veterinário sobre os exames e procedimentos realizados recentemente, é muito importante levar os laudos dos exames nas consultas.

Você sabia?

A Petlove conta com um canal exclusivo para a formalização de denúncias, e não apenas relacionado aos casos de fraude. Neste canal, a identificação do denunciante é facultativa, sendo resguardado e respeitado seu anonimato.

Contribua para um ambiente de saúde pet, mais ético e seguro.

DENUNCIE AQUI: https://my.safe.space/company/petlove 

Conte sempre com o nosso apoio!

Esse artigo foi útil?

Não encontrou o que estava procurando?